sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Somar vectorialmente duas forças

A resultante das forças pode ser obtidas mediante a colocação do segundo vetor no fim do primeiro e unindo o início do primeiro vetor com o fim do segundo vetor.
Para a determinação da intensidade procede-se à soma das intensidades se os dois vetores tiverem a mesma direção ou à sua subtração se tiverem direções opostas. Caso as duas forças apresentem um ângulo de 90° entre os dois vetores, determina-se a intensidade do vetor resultante recorrendo ao teorema de pitágoras.